O resultado de uma empresa está diretamente ligado a dois fatores financeiros. O primeiro é a receita gerada pelas vendas, e o segundo diz respeito a todos os custos envolvidos, sejam eles diretos ou indiretos.

Isto significa que, para acelerar o crescimento de uma empresa, não basta investir em vendas se não houver uma boa estratégia para reduzir os custos, associada e alinhada com as metas do negócio.

Neste artigo, vamos analisar 5 ações estratégicas de extrema importância para reduzir custos e promover o crescimento de uma empresa. Confira.

#1 Conheça todos os custos envolvidos no seu negócio

Pequenas empresas costumam ter diversos custos associados a sua operação, e, quando o negócio está em fase de expansão, há uma chance ainda maior de perder o controle de alguns processos, o que pode gerar algumas despesas adicionais.

Por isso, conhecer todos os custos do negócio forma detalhada e analisa-los com frequência é uma maneira de manter o controle, identificando pontos que possam ser reduzidos, e garantindo, assim, que não surjam despesas não previstas no fim de um período. Assim, a empresa estará preparada para crescer de uma forma muito mais rápida e planejada, pois terá condições de fazer projeções financeiras mais assertivas.

#2 Crie centros de custo desde o início e defina metas

Todos os gestores têm o sonho de ver o crescimento de uma empresa. Para garantir esse processo de forma organizada e sustentável, tenha uma gestão bem controlada desde o início, separando suas despesas por centros de custo, com responsáveis por cada um deles.

Ao criar centros de custo, defina, também, metas de despesas para cada um deles. Esta simples ação fará com que o responsável por cada área tenha uma maior preocupação e controle melhor os gastos gerados por sua equipe, o que ajuda a reduzir custos.

Porém, vale ressaltar que é preciso cuidado para que a preocupação em reduzir custos não prejudique ações que contribuam para o crescimento do uma empresa. Neste momento, é preciso o discernimento de toda a equipe para entender quais despesas podem ou não ser cortadas ou substituídas.

#3 Revise seus processos de negócio

Mesmo que, muitas vezes, não estejam documentados formalmente, toda empresa possui processos para que suas ações sejam realizadas.

Principalmente em pequenos negócios, os processos acabam sendo definidos no dia a dia e são incorporados naturalmente pelos colaboradores, sem uma análise detalhada se estão sendo executados da forma mais produtiva.

Uma empresa que visa um rápido crescimento de forma estruturada precisa ter processos bem definidos. Analise as principais atividades realizadas na sua empresa, seja ela uma pequena indústria, uma Startup ou uma empresa de serviços. Pense nos processos de cada área, analise se existem formas mais produtivas de serem realizados e documente cada etapa em fluxogramas.

Ao rever os processos, é comum que os gestores encontrem formas mais produtivas para algumas atividades, o que ajuda a reduzir custos com operação e garantir entregas mais eficientes.

Outra vantagem da documentação dos processos está relacionada à contratação de novos colaboradores, que terão recursos já documentados para começar a produzir de forma mais rápida.

#4 Use a tecnologia a seu favor

Nos últimos anos, a tecnologia tem sido uma das maiores aliadas para reduzir custos e garantir o crescimento de uma empresa muito mais rápido.

Além disso, todos estão habituados a contar com que os sistemas de uma empresa estejam disponíveis 100% do tempo. Partindo da conexão com a Internet, passando pelo Wifi e email, todos querem acesso rápido e contínuo. A interrupção desses serviços básicos causa prejuízos imediatos e tem consequências a longo prazo. Por isso, é importante garantir que o básico esteja funcionando e esteja sendo monitorado permanentemente.

Ao rever seus processos, procure analisar, também, como a tecnologia pode ser aplicada a cada um deles. Por exemplo: se sua empresa vende software, você pode utilizar diversas soluções de videoconferência para fazer demonstrações a distância, evitando uma série de custos de deslocamento e hospedagem e possibilitando, ainda, que sejam realizadas mais reuniões em um único dia.

Uma melhor gestão dos recursos de TI, como o monitoramento dos principais serviços, manutenções preventivas e a substituição de equipamentos por modelos mais novos, também otimiza a produtividade dos colaboradores, ajuda a reduzir custos com suporte e minimiza diversos riscos relacionados à área.

Diversos sistemas também otimizam a operação do negócio e possibilitam uma gestão muito mais eficiente. Ao utilizar um ERP, por exemplo, um pequeno empresário consegue eliminar uma série de trabalhos manuais e passa a ter informações gerenciais de forma imediata, facilitando a tomada de decisões, essencial para o crescimento de uma empresa.

#5 Invista em growth hacking

Este é um termo muito utilizado em pequenos negócios, principalmente em Startups e empresas de tecnologia.

Growth hacking são técnicas de crescimento de baixo custo que se diferenciam dos meios tradicionais de vendas e publicidade.

São muitas as possibilidades de se aplicar growth hacking em uma empresa, mas elas são particulares em cada tipo de negócio. Entre algumas opções está o desenvolvimento de parcerias com empresas que possuem soluções complementares. Estas parcerias podem ser desde ações de marketing em conjunto quanto para vendas conjugadas (quando uma solução já vende a outra de forma “embarcada”).

Outros exemplos de growth hacking são quando a empresa consegue chamar a atenção dos meios de comunicação por alguma ação diferenciada, gerando mídia espontânea, ou quando uma grande companhia acaba mencionando o seu nome nas redes sociais, com algum comentário positivo, é claro.

Growth hacking requer criatividade, pesquisa, paciência e muita capacidade de negociação com possíveis parceiros. Por outro lado, é uma das melhores maneiras de garantir um crescimento rápido e com baixo custo comercial, já que suas ações requerem investimentos muito menores que os canais de vendas tradicionais.

Considerações finais

Ao se preocupar com o controle de custos desde o início em uma pequena empresa, seja ela tradicional ou uma Startup em fase de expansão, os gestores estão criando negócios muito mais estruturados e preparados para se tornarem grandes corporações.

Quanto mais estruturada estiver a área de custos, maior será sua capacidade de criar e aplicar o planejamento estratégico com assertividade, possibilitando aos gestores acelerar o crescimento de uma empresa e atingir os objetivos do negócio.

Gostou deste artigo? Deixe seus comentários!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *